sexta-feira ,19 janeiro 2018
Home / Noticias / Teresinenses sentem tremor de terra durante a manhã na capital

Teresinenses sentem tremor de terra durante a manhã na capital

Resultado de imagem para foto de teresina
foto: google.com.br

Por volta das 9h30 desta terça-feira (3), teresinenses sentiram um tremor de terra em diversas áreas da capital. Ainda não há registros de acidentes ou feridos, mas os relatos nas redes sociais surgem de todas as zonas da cidade.

Nas zonas Sul e no Centro de Teresina, há diversos relatos de sensação do tremor. Muitos trabalhadores deixaram os prédios públicos do Centro da capital, temendo algum acidente.

Alguns relatos na redes sociais informam que moradores de outras cidades do Piauí e em outros estados também sentiram a terra tremer. O clima é de pânico em muitos locais.

O geólogo Paulo Lages, da Secretaria de Mineração, explicou que o tremor sentido em Teresina pode ter sido ocasionado por acomodação de placas tectônicas, deslocamento de placas regionais ou ainda alguma movimentação de placas oceânicas. Mas informou que a capital não possui monitoramento adequado para esse tipo de situação. Ele disse que os tremores na capital chegam no máximo a 4,5 graus da escala Richter, mas que geralmente não ultrapassam 2,5 graus. Ele acrescentou que novos tremores podem acontecer em breve.

“Se esse deslocamento não foi suficiente para aliviar a tensão, pode acontecer novamente. Mas, teoricamente, em Teresina não tem como haver grandes proporções, apenas se for algo novo, que surgiu agora”, disse. Essa não é a primeira vez que Teresina tremeu. O geólogo lembrou que há algum tempo, cerca de 10 anos, a população sentiu a mesma sensação e não foram registrados danos.

 

Aguarde mais informações. 

Fonte: http: cidadeverde.com

Matéria: Maria Romero
redacao@cidadeverde.com

Você pode Gostar de:

INGRESSOS X SPORT

River inicia venda de ingressos para partida contra o Sport, na Copa do Nordeste

O torcedor do River já pode adquirir seu ingresso para assistir o jogo do Galo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *