Rádio Verona - 106,9 FM
Anúncio
Saúde

Sesapi realizou testagem de mais de 2800 indígenas piauienses

As testagens foram realizadas nos meses de agosto, setembro e outubro

13/10/2020 09h55
Por: Noé Santos
Fonte: SESAPI
18
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) através da Comissão Técnica Especial Indígena do Piauí e do grupo de estudos “O Piauí Tem índio Sim” realizou a testagem para o coronavírus em 673 famílias indígenas não aldeadas do no estado, o que corresponde a 2.856 índios. 

Foram examinados índios das cidades de Piripiri, Lagoa do São Francisco, Bom Jesus, Santa Filomena, Uruçuí, Currais Novos e Queimada Nova. As testagens foram realizadas nos meses de agosto, setembro e outubro, como explica o coordenador da comissão, Epifânio Ferreira. Todos os índios que examinamos e testaram positivos para o coronavírus, já estavam com o IGG, anticorpo contra o vírus, desenvolvido após o contágio. A maioria relatou sintomas leves da doença e apenas um ficou internado no Hospital de Campanha do Verdão. Os demais foram acompanhados por equipes de saúde da Atenção Básica de cada município. As etnias Tabajara, Tapuia, Gamela, Guajajara, Gueguês e Kariri foram atendidas nas ações da Sesapi. O Piauí não registou nenhum óbito de indígenas nascidos no estado. “Conseguimos contemplar todas as seis etnias do nosso estado, que estão espalhadas por quatro territórios. Felizmente nenhum índio piauiense morreu pela Covid-19”, lembra Epifânio Ferreira. Além do acompanhamento para a Covid- 19 a Secretaria de Estado da Saúde desenvolve outras ações intersetorial junto a comunidade indígena do Piauí, através do projeto “O Piauí Tem índio Sim”, que realiza o mapeamento e diagnóstico da existência dos índios, para aplicação de políticas públicas na área da saúde. Realizamos parcerias com as secretarias municipais, que possuem comunidades indígenas em seu território, para que desenvolvam uma política de saúde voltada ao atendimento dessas comunidades, que possuem suas especificidades clínicas. Seguindo as diretrizes do Sistema Único de Saúde”, destaca Gilvano Quadros, coordenador de Promoção de Equidade em Saúde da Sesapi.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários