Rádio Verona - 106,9 FM
Feijoada da Rádio Verona!
animais

Projeto de lei prevê multa para quem atropelar animais e não prestar socorro

O texto será apresentado nesta quarta-feira (04) na Câmara Municipal de Teresina

04/08/2021 11h25Atualizado há 2 meses
Por: Rádio Verona
85
https://www.portalodia.com/noticias/teresina/projeto-de-lei-preve-multa-de-10-mil-para-quem-atropelar-animais-e-nao-prestar-socorro-386666.html#:~:text=(Foto%3A%20Shutterstock)
https://www.portalodia.com/noticias/teresina/projeto-de-lei-preve-multa-de-10-mil-para-quem-atropelar-animais-e-nao-prestar-socorro-386666.html#:~:text=(Foto%3A%20Shutterstock)

vereadora Thanandra Sarapatinhas (Patriotas) propôs na Câmara Municipal de Teresina que qualquer atropelador de animal que não prestar socorro deverá pagar multa de até 10 salários mínimos (R$10 mil). O projeto será lido nesta quarta-feira (04) em plenário. No que se refere o texto, a punição valerá para pessoas habitantes ou não na capital, não dependendo se a ocorrência aconteceu na pista, calçada, acostamento e canteiro central.

A pauta é uma demanda antiga dos cuidadores de animaisRelembrando que No último dia 25, um motorista atropelou um cachorro que estava deitado no acostamento. O caso aconteceu no bairro Cidade Jardim, zona Leste de Teresina. No dia 15 de julho um gato foi atropelado na cidade de Esperantina. Em ambos os casos, nenhum dos animais resistiu.

“A regra será válida para motoristas, motociclistas e ciclistas. Há, infelizmente, pessoas que vêem um animal atravessando a rua e têm um prazer sádico em acelerar e machucar, até mesmo mortalmente, o bicho. Isso precisa parar. Os animais não estão na rua porque querem. Ou foram abandonados, perdidos ou são vítimas da negligência dos tutores. Não importa o motivo, muitos acidentes acontecem envolvendo principalmente cães e gatos nas ruas de Teresina”, disse Thanandra Sarapatinhas.

A vereadora espera que,  com essa medida, as pessoas tenham mais consciência de que atropelar um animal e não prestar socorro veterinário trata-se de um crime de maus tratos, e, portanto, pode e deve ser denunciado.

“Infelizmente, muitas vezes as pessoas se mantêm inertes diante deste tipo de absurdo por desconhecer mecanismos que realmente possam responsabilizar os infratores. Claro que também precisamos de um hospital veterinário municipal para levar os animais acidentados, e essa é minha maior luta do mandato. Enquanto esse sonho maior não se torna realidade, temos que trabalhar com aquilo que está ao nosso alcance para irmos aos poucos mudando aquilo que contribui para tantos animais doentes ou mortos em nossa cidade”, enfatiza a parlamentar.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.